Erros de ortografia fazem clientes fugirem de você

Erros de ortografia fazem clientes fugirem de você

      A presença da informação no mundo digital é cada vez maior, no entanto, devemos observar alguns fatores como erros de ortografia para dar credibilidade ao conteúdo oferecido.

      Imagine que você está no início de um novo negócio, seja ofertando a venda de um produto específico, seja um curso, talvez ainda, oferecendo seus serviços em um determinado site e o seu consumidor encontrando erros de ortografia, dessa forma?

      Muitas vezes esse fator pode ser um pré-requisito para que o consumidor acabe não consumindo seu produto final.

      Veja abaixo algumas dicas para evitar erros ortográficos:

1. Erros de digitação  

      Fatores como pressa e desatenção  podem levar ao erro de digitação, com isso temos, muitas vezes inofensivos erros, mas podendo facilmente confundir o raciocínio do leitor quanto ao seu entendimento.

       Por exemplo:

CEHAGNDO” em vez de “CHEGANDO”,

OUTURBO” no lugar do mês “OUTUBRO”.

SENTADORES” em vez de “SENADORES

GATOS” em vez de “GASTOS”.

INFERNO” em vez de “INVERNO

SEUS” por “SEIS

Dica: esses erros podem ser impedidos por meio de uma boa revisão. Antes da publicação do material na internet, faça uma revisão minuciosa ou contrate um revisor.

2. Confusão entre fonemas parecidos

      Sessão / Cessão / Seção

      Os fonemas são os sons que produzimos para expressar nossas emoções e ideias.

Sessão

      Sinônimo de espetáculo de cinema, teatro ou reunião.

      Por exemploVou ao cinema na sessão das seis.

Cessão

       Entrega, transferência, transmissão, ceder ou doar.

     Por exemplo: Não autorizo a cessão dos meus direitos autorais.

Seção

      Desse modo quer dizer o mesmo que secção, ou seja, do ato ou efeito de repartir.

      Também pode significar divisão de repartições públicas, parte de um todo ou departamento.

 Por exemplo: Confira as dicas da semana na seção “educação”.

Senso / Censo

Senso

      A palavra senso diz respeito à capacidade de entender, julgar e analisar situações.

      Por exemplo:  Espero que você tenha bom senso no julgamento.

Censo

      A palavra censo deve ser utilizada para representar levantamento de população, dados estatísticos.

     Por exemplo: População de rua deve ficar fora do Censo 2020

Acento / Assento

Acento

      Se refere à acentuação de uma palavra.

     por exemploA palavra avô tem acento circunflexo.

Assento

      Indica uma cadeira ou banco.

Por exemploassento para criança. Assento sanitário

Mau / Mal

Mau

      É o contrário de “bom”

Por exemplo: Ele é um homem mau

Mal

      É o contrário de “bem”.

Por exemplo: Minha filha está passando mal.

Trás / Traz

     Trás

     Estar atrás de algo, parte posterior.

Por exemplo: Ele estava por trás disso tudo desde o começo.

     Traz

     Do verbo trazer, transportar.

    Por exemplo: Ele sempre traz perfume quando vem me ver.

3. Erros de acentuação (Crase)

      A crase deve ser utilizada diante de nomes femininos, quando os termos regentes exigem a preposição “a”, portanto os casos abaixo exigem o uso da crase:

      Diante da palavra “moda”, com o sentido de “à moda de”, e dessa forma temos como correto:

Vou sair desse encontro à moda francesa.

Gol à Pelé – gol à moda de Pelé.

Escrita à Machado de Assis – escrita à moda de Machado de Assis.

      Na indicação de horas, portanto o correto é:

Acordei às seis horas da manhã.

Ela saiu às cinco horas.

       Em locuções adverbiais, prepositivas e conjuntivas de que participam palavras femininas, dessa forma temos:

à esquerda

à medida

às vezes

à tarde

às pressas

à direita

     Crase facultativa

      Quando tivermos pronomes possessivos femininos no singular, portanto:

Ela nunca fez referência a / à sua doença.

Vamos até a feira / Vamos até à feira?

Fui até a loja de manhã /  Fui até à loja de manhã.

      A crase não deve ser empregada junto às palavras masculinas, portanto:

As bolas lançadas à gol foram rebatidas. (Errado)

As bolas lançadas a gol foram rebatidas. (Certo)

Andar à cavalo. (Errado)

Andar a cavalo. (Certo)

4. Erros por redundância

       A clareza e a relevância de um texto dependem diretamente de sua objetividade, portanto é a elas que você deve direcionar atenção.

     Por isso, as construções redundantes, ou seja, aquelas que repetem informações desnecessariamente não são aceitáveis.

     Já os pleonasmos são o maior exemplo de redundância que se expressa “materialmente” na língua e não devem, portanto,  ser utilizados em alguma hipótese.

      Claro que os mais famosos, como “subir para cima” e “sair para fora”, são facilmente identificados e, portanto, rejeitados.

      Além deles existem algumas redundâncias mais sutis, que acabamos, assim, utilizando sem perceber.

      Por exemplo:

“outra alternativa”

“pequenos detalhes”

“como, por exemplo”

“metades iguais”

“elo de ligação”

“regra geral”

“acabamento final”

“há alguns anos atrás”

Leia mais artigos como esse e aprenda ainda mais com a gente.

 

Leave a Comment

Your email address will not be published.