Revisão bibliográfica: e agora?

Revisão bibliográfica: e agora?

A revisão bibliográfica é uma, se não a mais importante parte do seu artigo científico.

Fazer um trabalho acadêmico pode ser muito mais simples do que se parece, mas desde que você saiba exatamente como cada um dos seus elementos funcionam.

É possível perceber que a revisão bibliográfica ou revisão de literatura é uma parte considerada complicada para um grande número de pessoas, justamente porque cada vez mais a prática de ler livros e procurar por referências está desaparecendo.

Portanto, continue lendo para saber exatamente o que fazer quando chegar na parte de revisão bibliográfica do seu projeto de pesquisa e não se desesperar!

 O que é a revisão bibliográfica?

 A revisão bibliográfica é o embasamento teórico de todo o seu projeto de pesquisa; ou seja, é aquela parte em que você irá citar quais são as bibliografias essenciais no estudo que realizou.

É nessa parte que irá citar autores que não podem deixar de ser lidos e que fazem diferença no contexto de estudo do seu tema, bem como analisar suas ideias e concepções relevantes.

Além da importância contextual, ter uma revisão bibliográfica definida fará com que você já saiba de maneira mais prática qual caminho seguir no momento da elaboração do TCC, por exemplo.

Essa revisão pode servir de base para o desenvolvimento do trabalho.

Portanto, perceba que não há motivo para se preocupar! Para fazer uma revisão bibliográfica boa, basta saber as dicas certas e com certeza seu projeto de pesquisa atenderá às expectativas.

 

 SE NÂO CEHGOU AINDA NA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA, COMECE COMPREENDENDO AS ETAPAS NECESSÁRIAS À ESCRITA DO SEU ARTIGO CIENTÍFICO.

Como fazer uma revisão bibliográfica?

 Apesar da teoria parecer simples, fazer a revisão bibliográfica torna-se um processo simples apenas se você souber o que deve ser feito e, principalmente, como ela deve ser feita.

Por isso, algumas dicas para fazer a sua revisão de literatura de uma maneira mais prática são:

  • Pesquise quais são os principais autores que falam sobre aquele assunto e temas relacionais;
  • Identifique e selecione as principais obras literárias relacionadas ao assunto;
  • Não deixe de pesquisar também perspectivas diferentes sobre aqueles assuntos, já que essa é uma maneira de enriquecer o trabalho;
  • Não deixe de acrescentar à revisão bibliográfica, autores citados em revistas científicas reconhecidas, por exemplo.

 

Com essas dicas em mãos, você já será capaz de entender quais são os autores e obras necessários ao seu projeto de pesquisa, o que já é muito importante.

Após essa etapa, é importante que você saiba como discorrer sobre essas informações no momento da revisão bibliográfica.

Em primeiro lugar, você deve selecionar quais discussões e afirmações principais de cada um dos autores possuem ligação com o seu trabalho.

Em segundo lugar, discorra sobre esses estudos e afirmações utilizando o nome do autor como referência.

Isso dará dará embasamento teórico ao seu trabalho – e por isso é interessante escolher teóricos que possam fortalecer a sua tese.

Por fim, lembre-se que plágio é crime e por isso todas as referências e citações devem estar da maneira correta.

Isso evitará alguns grandes problemas durante a execução do seu projeto de pesquisa.

 

 NÂO SABE COMO ESCOLHER UM TEMA. CONFIRA ESSAS DICAS!

 

Tipos de fontes da revisão bibliográfica

 Agora que você já entendeu como fazer a revisão bibliográfica de uma maneira mais prática, é interessante entender também quais os tipos de fontes disponíveis para embasar o seu trabalho.

Por isso, preste atenção para não esquecer:

 

  • Fontes primárias: A fonte original de qualquer tipo de conhecimento ou informação, como por exemplo manuscritos, documentos e muitos outros conteúdos produzidos de maneira primária por uma pessoa;
  • Fontes secundárias: As fontes secundárias são aquelas que citam fontes primárias. Como por exemplo: um livro falando sobre a teoria criada por algum autor (já que a teoria é uma fonte primária);
  • Fontes terciárias: As fontes terciárias são compilações que unem os dois estilos de fontes anteriores, como por exemplo catálogos.

 

Logo, é interessante notar que as fontes primárias possuem grande legitimidade, mas as fontes secundárias são importantes para que as primárias sejam questionadas.

Ou seja, todas as teorias devem vir de debates  sobre as fontes , e as fontes secundárias fazem isso.

Por fim, as fontes terciárias são dificilmente utilizadas em trabalhos acadêmicos, justamente porque elas possuem grau de legitimidade menor e funcionam mais como indicações.

Isso significa que, provavelmente não estarão presentes na sua revisão bibliográfica.

 

A revisão de texto também é elemento essencial após finalizar a escrita. CONFIRA.

 

Escrevendo a revisão bibliográfica

 

Com todas essas dicas com certeza você já entende o que é essencial para fazer sua revisão bibliográfica no momento.

Sendo assim, lembre-se de selecionar o que há de mais importante dito por outros autores que contextualizam seu trabalho e fortalecem a sua tese.

Com certeza sua revisão bibliográfica ficará muito melhor dessa maneira!

 

Após finalizar a escrita desta parte do trabalho não esqueça de contratar um revisor de textos para fazer a correção ortográfica e gramatical do seu artigo.

Afinal, depois de tanto tempo de pesquisa e escrita, não imagino que queira considerar uma nota baixa ou rejeição do seu trabalho por conta da escrita “ruim” dele.

 

Oferecemos este trabalho neste site e podemos garantir o sucesso do seu trabalho acadêmico.

Leave a Comment

Your email address will not be published.